domingo, 1 de fevereiro de 2009

tvibopeoficial Brasil

EXCLUSIVO:Edir Macedo entre o céu e o inferno

As polêmicas envolvendo o criador da igreja Universal do Reino de Deus que não entraram em sua biografia.

Edir Macedo é mesmo um personagem polêmico. Nem bem lançou a sua biografia e já está sendo investigado pela Polícia Federal novamente.

Ele e a sua igreja, a Universal do Reino de Deus acumulam um grande número de processos na Justiça brasileira, das mais várias ações. Para se ter a idéia dos tipos de processos que atormentam a igreja do Reino, a Universal foi condenada a pagar R$ 1 milhão de indenização aos pais de um garoto de 14 anos, morto por um pastor da igreja na Bahia. João Lucas Terra foi amordaçado e carbonizado em 21 de março de 2001. O garoto era obreiro da igreja, e, segundo dados do processo, permanecia durante o período de férias três turnos na Igreja de Santa Cruz, em Salvador. Para os pais, não poderia haver lugar mais seguro para o menino do que o local onde professava sua religião.

Ao lançar o seu livro, dia 15 de outubro, Edir Macedo não esperava que a repercussão fosse tão negativa. No Orkut – o maior site de relacionamentos - até mesmo seus seguidores se espantaram ao lerem o livro do bispo evangélico. Em uma das comunidades dedicada ao livro, com pouco mais de 80 participantes, um dos membros se decepciona ao saber que Edir Macedo aprecia vinhos com bacalhau. “Na iurd (Universal) sempre fomos ensinados a não beber, mesmo vinho e, agora, o bispo diz beber vinho...”, se surpreende o leitor chamado de Adorador.
Outro leitor do livro e membro da comunidade completa: “O diabo pode usa o álcool pra acaba com a vida da pessoa. Como o diabo pode usar qualquer outra coisa. Mais o álcool hj em dia é bem mais fácil né” (sic).

Ainda na mesma comunidade dedicada ao “livro do século”, a moderadora da mesma, temendo reações contra Edir Macedo avisa: “ATENÇÃO: Comentários indevidos o membro será excluído da comunidade sem aviso prévio, quer criticar? Aqui não é a comunidade!”.

Edir Macedo é mesmo um homem de multidões. Multidões de fiéis e inimigos. Ao longo de sua trajetória, o criador da Universal arranjou e, ainda arranja muita encrenca. Em seu discurso Edir Macedo sempre enfatiza ser injustiçado e perseguido por seus inimigos, entre os quais a Rede Globo e a Igreja Católica, entretanto, o dia-a-dia do bispo prova o contrário.

Utilizando as concessões públicas de rádio e televisão, Edir Macedo ataca os seus adversários políticos, econômicos e religiosos com violência. Obriga seus empregados, como o jornalista Paulo Henrique Amorim, para servir de bucha de canhão durantes suas guerras santas.

Recentemente Paulo Henrique Amorim produziu uma extensa e tendenciosa reportagem sobre o livro do bispo Macedo. Mostrando sempre o lado “coitadinho” de Edir Macedo, Paulo Henrique conduziu a reportagem ao agrado do patrão. Prostituição, esse é o termo utilizado na gíria jornalística para definir essa atitude do jornalista para com aquele que paga o seu salário.

Recentemente, no mesmo programa apresentado por Paulo Henrique Amorim foi veiculada uma reportagem atacando a comunidade católica Canção Nova, por ter recebido uma fazenda do governo do Estado de São Paulo. Um fato tão inexpressível se tornou uma tragédia para o jornalismo da Rede Record de Televisão.

Na última semana, ainda no mesmo programa, a igreja Católica voltou a ser atacada pela Record. Baseado no caso do padre Júlio Lancelotti, o Domingo Espetacular tonificou as acusações contra o sacerdote e, logo, contra os dogmas católicos. Como se não bastasse a superprodução da Record, a emissora ainda exibiu um documentário produzido pela BBC de Londres intitulado “O Vaticano e o sexo”, confrontando uma das principais regras da Igreja que é o celibato.

Mas esses ataques em rede nacional pela TV Record podem acabar. Pelo menos se depender do ex-deputado estadual por São Paulo Afanásio Jazadji, que em 2005 entrou com representação no Ministério Público Federal, acusando Edir Macedo de se apropriar indevidamente de recursos financeiros da Igreja Universal para construir patrimônio pessoal em empresas de mídia.

Em sua representação, o ex-deputado entregou ao Ministério Público Federal cópia da declaração que Macedo assinou ao sair do Brasil, de mudança para os Estados Unidos, em 2003, na qual afirmou que teve rendimento tributável de apenas R$ 8.289,60 em 2002, quando já era acionista controlador da Record.

Jazadji juntou à representação cópia de declaração do advogado da Universal Rodrigo Pereira Adriano, de um processo existente na 39ª Vara Cível de São Paulo, em que afirma que o bispo Macedo não tem vínculo jurídico ou estatutário com a Igreja Universal, e que tampouco faz parte da direção da entidade no Brasil.

“Os fatos são graves e estão a merecer a mais diligente investigação dos órgãos federais competentes, em defesa da moralidade administrativa, dos crédulos e depauperados dizimistas, que, a pretexto de comprarem ingresso para outra vida, estarão, de fato, contribuindo para o injusto enriquecimento de falsos pregadores, que vivem em jatos intercontinentais (vide Edir Macedo), desfrutando de suas parcas economias, doadas em nome do Senhor, para desfrute de espertos cidadãos comuns”, justifica a representação ao Ministério Público Federal, o ex-deputado Afanásio Jazadji.

Em entrevista a Folha de São Paulo, Edir Macedo disse ter criado um carnê, pago mensalmente por seus fiéis, cujo valor arrecadado é revertido para comprar mais rádios e TV´s. Para a editora do suplemento de TV do jornal Estadão, jornalista Cristina Padiglione, “se a Record sempre se esmerou em atribuir seu crescimento ao progresso publicitário do grupo, e jamais ao sagrado dízimo dos fiéis do outro braço da holding, agora não há meias palavras no propósito do novo carnê”. Ou seja, não há como negar que o dízimo dos fiéis da Igreja Universal sustenta o grupo de comunicaçaçao de Edir Macedo.

Edir Macedo é mesmo um campeão de audiência. Não na Record, mas no Youtube. Seus polêmicos vídeos são acessados por milhares de internautas de diversas regiões do planeta. Há também no portal, usuários especialistas em publicar vídeos do líder da Universal.

Um dos vídeos mais acessados na internet, envolvendo o bispo Edir Macedo é sobre uma gravação, realizada pelo ex-pastor da Universal, Carlos Magno, após uma partida de futebol, em que o bispo ensina aos seus colegas como arrecadar dinheiro nas igrejas. Intitulado “Edir Macedo ensinando a roubar na Universal”, o vídeo já recebeu a visita de mais de 670 mil internautas curiosos em relembrar a matéria originalmente veiculada na TV Globo.

Os fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, em sua grande maioria formado por pessoas humildes e de pouca escolaridade, continuam enchendo os templos da igreja espalhados por todo o país e outras regiões pobres do mundo. Apesar de todas as denúncias e provas, como os vídeos por exemplo, os adeptos da Universal ainda idolatram a figura do “bispo” Macedo.

Comente em nossa comu no orkut

Pedro Baizi
Jornalista e palestrante, autor do livro-reportagem "A Esperança Venceu o Medo? - a influência da Teologia da Libertação no governo Lula".

tvibopeoficial Brasil

About tvibopeoficial Brasil -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Receba Notícias da TV por E-mail

Você tem algo a falar sobre a Notícia?

>>> DEIXE AGORA SEU COMENTÁRIO <<<