sábado, 2 de janeiro de 2010

@TvibopeOficial

O que impede o MP de cassar a Concessão da Rede Record?


A Resposta é: NÃO SEI.

Esse Post é meio longo, mais baseado em fatos, e na Legislação Brasileira a respeito de uma Concessão de Rádio/Televião, e nos remete à pergunta do título.
record-igreja-universal

Antes de mais nada, abaixo coloco o que diz a Lei a respeito de uma Concessão:

"Nenhuma emissora de TV brasileira é dona do canal em que sua programação é transmitida: todos os canais de sinal aberto pertencem ao Estado e são concedidos (daí a palavra "concessão") temporariamente às emissoras, através de processos de licitação. Para concorrer a uma concessão, a empresa deve ter no mínimo 70% do capital nas mãos de acionistas brasileiros e respeitar o limite de controle de até dez estações em todo o país, sendo no máximo duas por estado e cinco em VHF (não entram na conta as retransmissoras).

Uma comissão do Ministério das Comunicações analisa sua proposta de programação e sua condição técnica e financeira, dando pontos em diferentes quesitos. Quem tiver a melhor média de pontos fica com a concessão, ganhando o direito de explorar determinado canal por um período pré-definido e, ao final dele, passa por uma nova análise. Caso o Estado, através do Ministério, constate que uma emissora fez uso do canal para fins diferentes dos que se esperava dela, pode se recusar a renovar a concessão. "

A TV Record, fundada em 1953, vira Rede Record, após o bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, assumir o controle do grupo.
Bem, vamos aos fatos: a até então TV Rádio Record S/A (Grupo que englobava na época a Chamada TV Record) passava por dificuldades financeiras, e seus proprietários, a Família Machado de Carvalho e o empresário Sílvio Santos, a colocaram a Venda, e entre os potenciais compradores, aparece o Sr. Odenir Laprovitta Vieira, como consta no documento abaixo:
carta de intençao
O que não se sabia na época, era que o Sr. acima citado, nada mais era que um “Testa de Ferro” de adivinhem quem?
Acertou quem disse Edir Macedo.
Edir apareceu no jogo, logo após é calro, do pagamento do depósito da parcela inicial, oq ue impedia que Sílvio Santos voltasse atrás na venda (se bem que ele tentou).
Só por esse fato, o MP já teria motivos o suficiente para caçar a concessão, o uso de “Laranjas” em uma negociação constitui crime.
ss_4a7760125f74632e115c4c63de9f55f0

Agora vamos a outro, que envolve além da lei de concessões, em uma parte que fala sobre condição técnica e financeira, cabe também ao Fisco.
Edir Macedo até onde se sabe de sua Biografia, não possuia condições Financeiras para uma compra de tal porte, mais olhem abaixo de “Quem” era o Cheque de uma das Parcelas pagas a Sílvio Santos:
cheque

Se pela Legislação, o Dizímo não sofre impostos, seu emprego também não pode ser aplicado em uso pessoal, muito menos em negócios que vizem lucro comercial.

Hoje em dia, a Rede Record investe milhões e milhões em contratações, alegando que parte do faturamento da Emissora, vem da venda de Horários para a Igreja, o que não caracteriza desvio de dízimos.

Mais e o dinheiro para a COMPRA? De onde veio? Da venda de horários que não foi…
Cabe ao MP explicar de onde veio, a denúncia já foi feita, mais ou menos como expliquei no post, como você pode conferir Aqui.

PS: Algumas Imagens, e citações contidas nesse post, foram retiradas do livro “O Bispo” a Biografia Autorizada de Edir Macedo, então antes de nos avacalharem dizendo que são fatos mentirosos, consultem as fontes aqui citadas, como a Folha, a constituição, ou o próprio livro dele…

FONTES

@TvibopeOficial

About @TvibopeOficial -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Receba Notícias da TV por E-mail

2 comentários

DIGITE SEU COMENTÁRIO

Você tem algo a falar sobre a Notícia?

>>> DEIXE AGORA SEU COMENTÁRIO <<<