domingo, 3 de outubro de 2010

tvibopeoficial Brasil

Tesoureira da Igreja Universal é acusada pela Promotoria dos EUA de promover fraudes e falsificações


A Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd) confirmou que a sua tesoureira nos Estados Unidos, Regina da Silva, fez vários empréstimos hipotecários naquele país "para comprar terras a fim de construir novas igrejas". Regina é acusada pela Promotoria de Justiça de Nova York de promover fraudes e falsificações para obter empréstimos que totalizam US$ 22,107 milhões. Em nota assinada pelos advogados de Nova York, a Igreja Universal afirma que não houve "intenção de roubar" ou "cometer crime" da sua tesoureira nos Estados Unidos. "As operações de hipoteca que formam a base das acusações não foram obtidas com qualquer intenção de roubar ou a cometer crime algum", afirmaram os advogados do escritório Hughes Hubbard & Reed.

Os 11 empréstimos hipotecários feitos por Regina entre 2006 e 2008, conforme os advogados americanos, foram feitos para "prosseguir a missão" da Iurd nos Estados Unidos. "Essas hipotecas foram obtidas a fim de prosseguir a missão da Igreja Universal e, especificamente, para comprar terras a fim de construir novas igrejas. De fato é exatamente o que foi feito com o dinheiro obtido através das hipotecas. Essas hipotecas foram e continuam a ser pagas pela Igreja dentro do prazo", afirma a nota dos advogados, em inglês.
Regina da Silva, de 41 anos, foi levada algemada ao tribunal na última quinta-feira, onde declarou-se inocente. Seu advogado, Andrew Lankler, disse na audiência que ela cumpriu com a maior parte das exigências legais para assegurar as hipotecas. Segundo ele, Regina não foi a beneficiária das transações, mas sim a própria Universal. Na acusação, a Promotoria de Nova York afirma que a tesoureira da Universal do Reino de Deus enganou o governo dos Estados Unidos e o signature Bank ao fraudar solicitações de empréstimos em nome da Igreja.
Regina é acusada pela Promotoria de quatro crimes - apropriação indébita, falsificação de documento, declaração falsa e esquema frauduelento - que tem penas que variam de quatro a 25 anos de prisão. "Regina da Silva foi, e continua a ser uma conscienciosa funcionária que trabalha na Igreja há muitos e muitos anos", afirma a nota dos advogados americanos da Universal.
Fonte: Globo

tvibopeoficial Brasil

About tvibopeoficial Brasil -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Receba Notícias da TV por E-mail

Você tem algo a falar sobre a Notícia?

>>> DEIXE AGORA SEU COMENTÁRIO <<<