segunda-feira, 7 de abril de 2014

VAZOU VÍDEO: Reunião SECRETA da Igreja Universal veja claramente o absurdo

video

O Vídeo que a Igreja Universal não quer que você assista.

VEJA E REFLITA!

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

É FATO: Justiça determina que Igreja Universal devolva a ex-fiel mais de R$ 74 mil

Justiça determina que Igreja Universal devolva a ex-fiel mais de R$ 74 mil
A Justiça do Distrito Federal acatou a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e determinou que Igreja Universal do Reino de Deus devolva a uma ex-fiel mais de R$ 74 mil. A vítima alegou, na Justiça, que um pastor da Universal passou a pressioná-la para que doasse o dinheiro em sacrifício a "favor de Deus". Ela, que trabalhava como contadora, recebeu uma quantia significativa no trabalho e foi insistentemente indicada a fazer a doação de mais de R$ 74 mil à Igreja. O pastor que a intimidou teria sumido da igreja, sem dar satisfações logo após o recebimento.

Para a Universal, atos de doação como esse estão apoiados na liturgia da igreja, baseada em tradição bíblica, que prevê oferendas a Deus, em inúmeras passagens. A defesa destacou a história da viúva pobre, em que a Bíblia afirmaria ser muito mais significativo o ato de fé de quem faz uma doação tirando do próprio sustento. A Universal apontou ainda a impossibilidade de interferência estatal na liberdade de crença, sustentando que o Estado não poderia criar embaraços ao culto religioso.

O Tribunal do Distrito Federal considerou que as doações comprometeram o sustento da mulher e violavam o artigo 548 do Código Civil, que afirma ser nula a doação de todos os bens sem reserva de parte ou de renda suficiente para a subsistência do doador. Apontou ainda que o negócio jurídico nulo não pode ser confirmado nem convalesce com o decurso do tempo. Por isso, não se fala em decadência no caso. O valor a ser ressarcido será corrigido de acordo com as inflações, já que o valor de R$ 74 mil foi há quase dez anos. 
 
 Fonte: Metro1

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

FARRA GOSPEL: Políticos Evangélicos querem isenção de impostos para suas igrejas


domingo, 5 de maio de 2013

HOMOSSEXUALISMO GOSPEL: Filho de Edir Macedo dono da Record, se declara “Homossexual”

url
Praticamente todos os sites de noticias gospel já publicaram as polêmicas envolvendo o filho do Bispo Bilionário Edir Macedo dono da Record e da IURD.
O jovem herdeiro da fortuna, Moyses Macedo, desde cedo mostrou ser muito diferente do pai, e isso nunca foi novidade para ninguém.
Para chamar a atenção, Moyses já gravou vários vídeos  polêmicos, entre eles, um  em que ele aparece simulando uma masturbação e até jogando uma Biblia para o alto.
Desta vez o jovem “Revoltado” não conseguiu esconder o que muitos suspeitavam, Brasileiros que moram nos Estados Unidos, afirmam categoricamente que Moyses Macedo é Homossexual.
Segundo informações,  ele é muito conhecido em Manhatham; distrito de Nova York, e que lá, todos sabem sobre sua homossexualidade.
Pelo menos lá em Nova York, ele é homossexual declarado.
Moyses praticamente cresceu nos States, e lá, longe de Edir,  vive uma realidade totalmente   diferente da do pai.
(Fonte: O Fuxico Gospel)

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

BOQUETE UNGIDO: IURD diz que sexo oral é pecado quando houver orgasmo

O site Arca Universal, da igreja do bispo Edir Macedo, diz que o sexo oral está liberado aos casais, desde que não haja orgasmo porque, nesse caso, será pecado.

O site admite que haja sexo oral nas “preliminares” de uma relação para que o casal seja estimulado a “alcançar o ápice”.
Compara o oral com o anal, “quando o reto recebe uma introdução estranha à sua natureza”. Mas em seguida, se contradizendo, observa que não faz "diferença se for introduzido na boca um órgão genital, um dedo da mão ou do pé, desde que o momento de maior prazer sexual aconteça por meio do método reprodutivo básico dos seres humanos”.

Macedo às vezes discorre sobre sexo em seu blog. Ele já escreveu, por exemplo, que a masturbação é um “problema” que pode atrair “pensamentos sujos”.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

ORGIA CRISTÃ: Pastor evangélico é flagrado TREPANDO atrás do altar da igreja

video
Video que acabou cainda na rede mundial através do X Videos.

terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Igreja Universal de Edir Macêdo foi condenada por coagir fiel a fazer doações

http://mauriciostycer.blogosfera.uol.com.br/files/2012/01/Macedo.jpg
A Igreja Universal do Reino de Deus foi condenada a pagar indenização de R$ 20 mil por ter coagido fiel a doar seus bens em troca de bênçãos. A decisão é da 9ª Câmara Cível do TJRS, que confirmou decisão de 1º Grau.
A mulher e seu companheiro ajuizaram ação na Comarca de Lajeado afirmando terem sido enganados e iludidos. A mulher narrou que o casal vinha passando por problemas financeiros, razão que a levou a procurar a Igreja Universal. Contou que, ao final de cada culto, os pastores recolhiam certa quantia em dinheiro e afirmavam que, quanto mais dinheiro fosse doado, mais Jesus daria em troca.
Salientou que, em função da promessa de soluções de seus problemas, realizou diversas doações: vendeu o veículo que possuía, entregou joias, eletrodomésticos, aparelho celular e uma impressora. Os autores pediram indenização por danos morais e materiais.
No 1º Grau, a Juíza Carmen Luiza Rosa Constante Barghouti condenou a ré a restituir os celulares e fax, dois aparelhos de ar-condicionado e uma impressora. Também determinou o pagamento de indenização por dano moral em R$ 20 mil.
A Igreja Universal recorreu da sentença. Alegou que não constrange seus fieis a entregar dízimos ou doações e que não há nenhuma prova de que a mulher estivesse provada de discernimento durante o período no qual frequentou a igreja. Salientou que ela passou a frequentar o local por vontade própria.
Apelação
Inicialmente, o relator da apelação, Desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, salientou que, uma vez que o dízimo e a oferta, em regra, são atos de disposição voluntária voltados à colaboração com o templo religioso, podem ser classificados como doação. Mas destacou que a doação pode ser anulada quando a pessoa é coagida a doar, sob pena de sofrimento ou penalidades. Nesses casos, a violência psicológica é tão ampla e profunda que anula, por completo, a sensatez e a manifestação da vontade, salientou.
Citando decisão da magistrada de Lajeado, observou que as testemunhas ouvidas - dentre elas o pastos da igreja - confirmaram que a mulher, que era empresária, vinha passando por dificuldades financeiras. Alguns dias depois de começar a frequentar o local, ela teria dado um testemunho na igreja de que conseguira um bom contrato.
Os relatos de pessoas que frequentam a igreja explicaram como funciona a oferta, momento em que o pastor passa um envelope para os presentes realizarem doações. Uma delas contou que já entregou em torno de R$ 5 mil e um carro. Contaram também a respeito do voto quebrado. O fiel se compromete a uma determinada doação e recebe uma carta que, baseada em trecho da bíblia, traz as penalidades sofridas por quem não cumpre suas promessas.
A Juíza de 1º Grau apontou que a partir da prova testemunhal produzida, verifica-se que a instigação maior ao ato de doar é realizada nos dias da Fogueira Santa, ocasião em que os fieis são desafiados a realizarem donativos superiores, restando evidente que, apesar do consentimento externado pela doação, foi ele deturpado pela coação moral e psicológica exercida pela requerida [Igreja Universal].
Enfatizou que os depoimentos demonstram que a autora, juntamente com os demais fieis, foi desafiada a fazer donativos, inclusive superiores a sua capacidade financeira, com o objetivo de provar a fé e sob ameaça de não ser abençoada.
Danos materiais e morais
As testemunhas e documentos apresentados pela autora atestaram a entrega de dois aparelhos de ar-condicionado, um fax, uma impressora e uma cozinha. Parte desses bens foi devolvida aos autores, portanto foi determinada a restituição dos bens, conforme determinado na sentença. Quantos às doações que não foram comprovadas, não foi determinada sua devolução.
O dano moral foi mantido em R$ 20 mil, a fim de compensar a autora pelos danos sofridos e, ainda, inibir a condenada de práticas novos atos lesivos semelhantes. A quantificação do dano material (referente aos bens doados) será fixada na fase de liquidação de sentença.
A decisão é do dia 28/11. O Desembargador Leonel Pires Ohweiler e a Desembargadora Marilene Bonzanini acompanharam o voto do relator.
Apelação Cível nº 70051621894
Autor: Mariane Souza de Quadros

sábado, 5 de janeiro de 2013

MACUMBA GOSPEL: IURD lança campanha para 2013, saiba mais

Na madrugada de sexta para sábado a Igreja Universal do Reino de Deus usou seu horário na madrugada da Rede Record para divulgar sua mais nova campanha para 2013, nela os fiéis precisariam levar um par de meias para ser consagrado durante o culto.
A divulgação aconteceu durante quase toda a programação da madrugada e visava levar os fiéis para a “Corrente dos Casos Impossíveis” das 7 horas da manhã deste sábado no principal templo da Igreja Universal em São Paulo, a catedral de Santo Amaro. Nele os fiéis teriam suas meias consagradas e passariam pelo “caminho santo para que tudo dê certo em 2013″, segundo o programa da denominação.
De acordo com o Bispo Célio Lopes, apresentador do programa, os fiéis que comparecerem à consagração e participarem de uma segunda campanha ganharão o livro “O Santo Jejum – Clamor Silencioso” que teria sido doado por empresários que comparecem as reuniões da denominação. O livro é de autoria do próprio bispo e publicado pela editora Unipro, da própria Igreja Universal.
2013-01-05_03-11-51_101
2013-01-05_04-20-46_22
Nas redes sociais a campanha da Igreja Universal foi vista como piada, as brincadeiras mais usadas foram sobre levar meias com chulé ou rasgadas para entregar para os pastores ungirem. Já outro usuário afirmou que a Igreja Universal “evolui com a tecnologia: depois das TVs finas eles não pedem mais para colocar o copo d’água em cima da TV”, ironizou.
Essa não foi a primeira ação do tipo realizada pela denominação para fazer 2013 ser um bom ano para seus fiéis, a Igreja Universal realizou no feriado de primeiro de janeiro um “banho de abre caminhos” com águas supostamente vindas do rio Jordão, que foi fechado para banho devido a altíssima quantidade de poluição na água.
Por Renato Cavallera

Linkwithin

Related Posts with Thumbnails
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Via Twitter Audiência da TV - Real Time | Noticias