IURD - Escândalos da Igreja Universal

O lado oculto da IURD você encontra aqui.

Recent Tube

domingo, 3 de outubro de 2010

MPF-SP denuncia ex-deputados ligados à Igreja Universal por envolvimento na Máfia das Sanguessugas

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou dez pessoas acusadas de envolvimento com a Máfia das Sanguessugas, entre elas quatro ex-deputados federais ligados à Igreja Universal do Reino de Deus (IURD). Segundo o MPF, a Associação Beneficente Cristã (ABC), ligada à Igreja
Universal, elaborou procedimento licitatório fraudulento visando a aquisição de sete ambulâncias. Ainda de acordo com o MPF, a associação apresentou informações falsas ao Ministério da Saúde e direcionou as compras à empresas ligadas à Máfia das Sanguessugas.
Para obter os recursos, a ABC contou com a atuação dos ex-deputados
federais Wagner Salustiano, Marcos Roberto Abramo, Bispo Vandeval e João
Batista Ramos da Silva, todos da bancada evangélica e ligados à Igreja
Universal do Reino de Deus, que apresentaram emendas que previam
recursos para a compra dos veículos para a ABC. Os responsáveis pela entidade muitas vezes eram pastores e bispos da igreja.
Somente em quatro convênios, celebrados entre 2002 e 2005, o esquema teria causado prejuízo de mais de R$ 2,1 milhões aos cofres públicos. A dunúncia foi encaminhada para a 7ª Vara Federal Criminal, de São Paulo.
A denúncia foi feita pela primeira vez em maio. No entanto, o juiz decidiu remeter o processo para Brasília em virtude do envolvimento de ex-parlamentares.
O MPF recorreu, e o Tribunal Regional Federal determinou que o caso permaneça na Justiça Federal de São Paulo até, pelo menos, o julgamento final do recurso.
Fonte: G1