IURD - Escândalos da Igreja Universal

O lado oculto da IURD você encontra aqui.

Recent Tube

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

CORRUPTO? Bispo e candidato a Prefeito do RIO, Marcelo Crivella é citado na Lava Jato

O candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB) aparece como beneficiário de caixa 2 na delação premiada de Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras. Segundo o colunista do jornal O Globo Lauro Jardim, foram impressas 100 mil placas para a campanha de Crivella ao Senado em 2010, que representam cerca de R$ 12 milhões - valor que teria sido descontado de propinas da estatal. A delação premiada de Duque ainda está sendo negociada com o Ministério Público Federal e seu conteúdo deve vir a público em breve.
O candidato à Prefetura do Rio de Janeiro Marcelo Crivella. Ele foi citado em delação premiada da Lava Jato (Foto: Richard Wagner/Futura Press)

Duque afirmou aos procuradores da Lava Jato que, em 2010, Crivella procurou Graça Foster, então diretora de Óleo e Gás da Petrobras, para pedir contribuições à sua campanha. Graça encaminhou a demanda de Crivella a Duque. Para atender ao pedido do candidato, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também entrou se envolveu e acionou Carlos Cortegoso, o Carlão, dono das gráficas Focal e CRLS, que são investigas na ação do Tribunal Superior Eleitorial que pode cassar a chapa Dilma e Temer.

À coluna de Lauro Jardim, a campanha de Crivella afirmou que não recebeu caixa 2 da Petrobras e negou qualquer envolvimento do candidato com Duque e Cortegoso.

REVISTA ÉPOCA