Mostrando postagens com marcador Marcelo Crivella. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Marcelo Crivella. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

TVI Vídeos

CORRUPÇÃO UNGIDA: Crivella levou genro de bicheiro para Jerusalém

Reprodução | Facebook

Marcelo Crivella levou em sua caravana para Jerusalém o empresário Rafael Alves (à direita), ex-genro do finado bicheiro e patrono do Salgueiro, Waldemir Paes Garcia, o Maninho.

Alves, que tem uma filha com Shanna, filha de Maninho, tem dito a meio mundo que será presidente da Riotur, a empresa que cuida do turismo no Rio de Janeiro e tem papel fundamental na organização do carnaval.

A propósito, Alves também é ligado à Viradouro.

POR GUILHERME AMADO - Coluna Lauro Jardim
SAIBA MAIS SOBRE ISSO:

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

TVI Vídeos

Viúva de Amarildo, faz denúncia contra equipe de Marcelo Crivella que reagem com ameaça



VIÚVA DE AMARILDO FAZ DENÚNCIA CONTRA EQUIPE DE CRIVELLA, QUE RESPONDE COM AMEAÇA DE QUE TOMARÁ "MEDIDAS CABÍVEIS"

A coluna do jornalista Ancelmo Gois informou, na manhã de hoje, que a viúva do pedreiro Amarildo, assassinado pela PM-RJ em 2013, que sua companheira, Elizabete Gomes da Silva, registrou queixa ontem na 16ª DP contra as equipes de Marcelo Crivella.



Ela denuncia que uma equipe do candidato esteve na Rocinha, deu bebidas a ela (que é dependente de álcool) e fez gravações quando ela estava embriagada.

Em nota, o candidato confirma as gravações mas desmente que Elizabeth estaria embriagada. Ele ameaça tomar as "medidas cabíveis".

Elizabeth está neste momento prestando esclarecimentos na delegacia.

Jornalistas Livres e O Globo
SAIBA MAIS SOBRE ISSO:

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Admin

ELEIÇÕES: Edir Macedo é quem vai mandar no Rio se Crivella ganhar, afirma pastor Caio

"Crivella ganha e Macedo assume"
Em seu canal no Youtube, o pastor Caio Fábio (foto) disse que, se o senador Marcelo Crivella ganhar a eleição da prefeitura do Rio de Janeiro, quem na prática vai mandar na cidade é o chefe da Igreja Universal do Reino de Deus.
 
[Ver vídeo abaixo]

video

SE NÃO CONSEGUIR VISUALIZAR O VÍDEO, TENTE VISUALIZÁ-LO NO MODO WEB DE SEU DISPOSITIVO MÓVEL, OU TENTE VÊ-LO PELO COMPUTADOR.


“Edir Macedo vai assumir a prefeitura do Rio sem ter de sair do Templo de Salomão”, disse. “Quando Crivella ganha, o Macedo assume.”

Caio mostrou uma gravação onde aparece um pastor da Universal pedindo voto para Crivella.

“Isso é assim desde sempre”, afirmou.

O bispo licenciado Crivella, em sua campanha eleitoral, procurou se descolar da Universal e chegou a afirmar que a igreja não terá nenhuma influência em seu governo.

O que é difícil de acreditar, tendo em vista que Macedo exige de seus subalternos obediência canina.

E nem parece que Crivella tenha um pouco de brios para declarar a sua independência.


PAULOPES
SAIBA MAIS SOBRE ISSO:

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Admin

CORRUPTO? Bispo e candidato a Prefeito do RIO, Marcelo Crivella é citado na Lava Jato

O candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB) aparece como beneficiário de caixa 2 na delação premiada de Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras. Segundo o colunista do jornal O Globo Lauro Jardim, foram impressas 100 mil placas para a campanha de Crivella ao Senado em 2010, que representam cerca de R$ 12 milhões - valor que teria sido descontado de propinas da estatal. A delação premiada de Duque ainda está sendo negociada com o Ministério Público Federal e seu conteúdo deve vir a público em breve.
O candidato à Prefetura do Rio de Janeiro Marcelo Crivella. Ele foi citado em delação premiada da Lava Jato (Foto: Richard Wagner/Futura Press)

Duque afirmou aos procuradores da Lava Jato que, em 2010, Crivella procurou Graça Foster, então diretora de Óleo e Gás da Petrobras, para pedir contribuições à sua campanha. Graça encaminhou a demanda de Crivella a Duque. Para atender ao pedido do candidato, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto também entrou se envolveu e acionou Carlos Cortegoso, o Carlão, dono das gráficas Focal e CRLS, que são investigas na ação do Tribunal Superior Eleitorial que pode cassar a chapa Dilma e Temer.

À coluna de Lauro Jardim, a campanha de Crivella afirmou que não recebeu caixa 2 da Petrobras e negou qualquer envolvimento do candidato com Duque e Cortegoso.

REVISTA ÉPOCA
SAIBA MAIS SOBRE ISSO:
Admin

INTOLERÂNCIA: Marcelo Crivella da IURD, humilha “Nossa Senhora Aparecida” em música


Em 1995, o Senador Marcelo Crivella, candidato a Prefeitura do Rio de Janeiro, na condição de “bispo” da IURD e nº 2 de Edir Macedo, gravou canção em solidariedade ao “pastor” Sérgio von Helde, que havia chutado a imagem de “Nossa Senhora Aparecida” em rede nacional.

Com o título “Um chute na heresia”, a canção é quase um hino de humilhação à mãe de Jesus.

Diz trecho da letra:

“Na minha vida dei um chute na heresia / Houve tanta gritaria de quem ama a idolatria / Eu lhe respeito meu irmão, não quero briga / Se ela é Deus, ela mesmo me castiga”

“Aparecida, Guadalupe ou Maria / Tudo isso é idolatria de quem vive a se enganar / Mas não se ofenda meu irmão, não me persiga / Se ela é Deus, ela mesmo me castiga”

“Por que mover processo na justiça? / Se ela é Deus, ela mesmo me castiga”

Corajoso, após ingressar na vida política, Crivella tratou de vasculhar a internet no intuito de apagar todas as versões existentes da música, assim como batalhou para recomprar ou dar fim aos CDs existentes no mercado.

O Blog do Paulinho conseguiu acesso ao refrão, que você precisa correr para conferir, antes que a IURD consiga, novamente, constranger, por vias judiciais, o Youtube a retirá-la do ar:

video


SE NÃO CONSEGUIR VISUALIZAR O VÍDEO, TENTE VISUALIZÁ-LO NO MODO WEB DE SEU DISPOSITIVO MÓVEL, OU TENTE VÊ-LO PELO COMPUTADOR.

COMPARTILHE PARA QUE TODOS SAIBAM


ABAIXO A LETRA COMPLETA DA PROVOCAÇÃO

“Um Chute na Heresia”

Eu vou cortar o poste de baal
Atropelar a jezabel com meu cavalo
Lançar a pedra na cabeça do golias
E lutar a cada dia contra essa idolatria
Eu quero ver a babilônia despencar
E a fornalha não queimar
Aquele que só serve a Deus
O mar aberto, nosso povo a passar
Faraó a se afogar no meio do mar vermelho

Na minha vida dei um chute na heresia
Houve tanta gritaria de quem ama a idolatria
Eu lhe respeito meu irmão, não quero briga
Se ela é Deus, ela mesmo me castiga
Aparecida, guadalupe ou maria
Tudo isso é idolatria de quem vive a se enganar
Mas não se ofenda meu irmão, não me persiga
Se ela é Deus, ela mesmo me castiga

Por que mover processo na justiça?
Se ela é Deus, ela mesmo me castiga

Blog do Paulinho
SAIBA MAIS SOBRE ISSO:

domingo, 23 de outubro de 2016

Admin

PASSADO PODRE? Revista VEJA mostra fato escondido a sete chaves por Marcelo Crivella do PRB

Registro. Capa da “Veja” mostra o candidato do PRB no momento em que foi fichado, em 18 de janeiro de 1990 - Reprodução

RIO — De frente e de perfil, duas fotos de um jovem Marcelo Crivella documentaram uma noite em que o atual senador e candidato do PRB à Prefeitura foi preso. Os registros estampam a capa da revista “Veja” que circula neste sábado. A prisão, feita por policiais da 9ª DP (Catete), ocorreu no dia 18 de janeiro de 1990. A detenção durou 24 horas. À época, Crivella era engenheiro responsável pela construção de uma Igreja Universal em Laranjeiras. Conforme O GLOBO apurou, ele também trabalhava na Empresa de Obras Públicas do Estado, de onde foi dispensado, a pedido, no dia 27 de março de 1990. Ele tomara posse na Emop no dia 18 de maio de 1987.

Na noite desta sexta-feira, após a capa da revista ser publicada nas redes sociais, a campanha de Crivella deu sua versão. "A revista Veja traz em sua capa duas fotos do senador Marcelo Crivella identificado em uma delegacia em 18 de janeiro de 1990. A explicação é bem menos emocionante do que muitos esperam. Na ocasião, Crivella, como engenheiro, tentou entrar em um terreno da Igreja Universal que tinha sido invadido em Laranjeiras. Na confusão, acabou sendo levado para a delegacia, onde o delegado mandou fazer as fotos para identificá-lo. A única investigação aberta foi para investigar o abuso de poder do delegado", diz nota.

A versão de que nunca existiu prisão foi reforçada pelo candidato em vídeo no Facebook. "Vou esclarecer: nunca fui preso. O que ocorreu é que 26 anos atrás, como engenheiro, eu fui chamado para fazer a inspeção da estrutura de um muro que tinha o risco de cair e machucar as pessoas. O terreno era da Igreja Universal mas estava invadido. Os invasores não deixaram eu entrar. Deu uma confusão danada, foi todo mundo para a delegacia. Lá, o delegado resolveu identificar a todos. Por isso, essa foto que você viu na capa", relata Crivella.

O senador prometeu dar neste sábado uma entrevista coletiva para detalhar os motivos que o levaram à prisão.

Até então desconhecidos, os detalhes do episódio, contados em inquérito de 117 páginas, estão relatados na edição da revista que chegou às bancas. As imagens estão documentadas dentro do inquérito. O delegado titular da 9 ª DP à época era João Kepler Fontenelle, já morto.

Os inquéritos antigos, anteriores à implantação do projeto Delegacia Legal, em 2000, foram transferidos para a Coordenadoria das Delegacias de Acervo Cartorário. Por ter sido fruto de ocorrência na Zona Sul, o material deve estar arquivado na Gamboa.

A Polícia Civil, procurada pelo GLOBO, não deu detalhes sobre o inquérito. Disse que só poderá fazê-lo na segunda-feira, mas adiantou que a localização é complexa, porque, pela data, o arquivo ainda não foi digitalizado.

UM ANO DEPOIS, ÁFRICA

Meses depois de assumir o cargo na Emop, em outubro de 1987, Crivella passou a constar como responsável técnico da empresa Unitemple Universal Engenharia, segundo registro existente no site do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio (Crea-RJ). A firma foi criada basicamente para cuidar das obras de templos da Igreja Universal.

Um ano depois da prisão, Crivella foi morar na África, onde morou por oito anos comomissionário da Igreja Universal.


O GLOBO e Revista VEJA
SAIBA MAIS SOBRE ISSO: