domingo, 1 de fevereiro de 2009

tvibopeoficial Brasil

Após dez anos, ninguém foi condenado pelo desabamento do teto da Universal

Diário de S. Paulo


SÃO PAULO - Uma tragédia parecida com a da Renascer aconteceu no templo da Igreja Universal do Reino de Deus há dez anos, em Osasco, na Grande São Paulo. Houve 25 mortos e mais de 500 feridos. As três pessoas apontadas pela polícia e pelo Ministério Público (MP) como responsáveis pelo desastre foram consideradas inocentes pela Justiça.

No dia 5 de setembro de 1998, o teto de um templo da Igreja Universal do Reino de Deus na Avenida João Batista desmoronou durante um culto, soterrando centenas de fiéis. Investigações da polícia concluíram que a tragédia aconteceu porque havia infiltração de umidade e cupins nas vigas de madeira que sustentavam o teto. A madeira estava podre.

A polícia indiciou o bispo Reinaldo dos Santos Suissa, responsável pelo templo, o pastor José Carlos França de Oliveira, seu assistente, e o engenheiro responsável pelos templos da Universal, Luiz Carlos Carneiro da Fonseca, além de outras cinco pessoas. Todos foram acusados de homicídio culposo (sem intenção). O MP aceitou o inquérito policial e denunciou os três à Justiça.

No ano seguinte, os réus foram condenados em primiera Instância a dois anos e 15 dias de serviços comunitários. Além disso, deveriam pagar cinco salários mínimos da época aos feridos no incidente e dez salários mínimos aos parentes dos mortos. Os advogados da igreja recorreram ao Tribunal de Justiça, que em 2007 inocentou os três réus. O caso foi encerrado.

Foram abertos ainda 62 processos cíveis no Fórum de Osasco contra a Universal. Vários outros foram abertos em outros fóruns. Algumas pessoas conseguiram receber indenizações. No local da tragédia funciona hoje um estacionamento.

tvibopeoficial Brasil

About tvibopeoficial Brasil -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Receba Notícias da TV por E-mail

Você tem algo a falar sobre a Notícia?

>>> DEIXE AGORA SEU COMENTÁRIO <<<